BEGIN TYPING YOUR SEARCH ABOVE AND PRESS RETURN TO SEARCH. PRESS ESC TO CANCEL

A falácia do empoderamento e o feminismo centrado no “eu”

Empoderamento. Essa palavra nova no vocabulário brasileiro vem do inglêsempowerment, que significa, a grosso modo, “dar poder”. Muito se fala nos ambientes feministas sobre o empoderamento feminino, o que, nos anos atuais, traz um significado bastante pessoal: cada mulher sabe o que faz com que ela se sinta empoderada, ou, em outras palavras, poderosa. A ideia de empoderamento pessoal traz arraigada algumas concepções necessárias para que o conceito possa se estabelecer dessa forma: a primeira delas é que se trata de um fenômeno individual, em que uma mulher sozinha pode se sentir empoderada. A segunda é que, por ser individual, é diferente para cada mulher – o que me faz sentir empoderada não necessariamente faria você sentir o mesmo e, tal qual orientação sexual, o agente capaz desse efeito não deve ser considerado errado ou problemático. E, finalmente, é um processo efêmero, já que é algo que você sente, e não se torna. LEIA MAIS.

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked

>