BEGIN TYPING YOUR SEARCH ABOVE AND PRESS RETURN TO SEARCH. PRESS ESC TO CANCEL

Dean Blunt – The Redeemer (2013)

Por que artistas que se escondem ou brincam com a mídia conseguem ser tão competentes? Será que o fato de terem uma ou várias coisas a menos para se preocupar liberta algum tipo de inspiração? Meu artista contemporâneo favorito, o produtor de música eletrônica William Bevan, mais conhecido como Burial, é um desses. Agora me deparo com Dean Blunt, mais conhecido por ser uma das metades do duo Hype Williams juntamente com Inga Copeland (que estiveram no Brasil em 2012 no festival Novas Frequências). O anonimato e o grande leque de influências de Dean são o ponto-chave desse lançamento conceitual que une de maneira espetacular o pop e o experimental, o erudito com o moderno. Tenho o prazer de apresentar “The Redeemer”. LEIA MAIS.

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked

>