Parcerias: 15 bandas recebem convidados muito especiais no palco

Damon-Albarn-Noel-Gallagher-Graham-Coxon

No último final de semana, no maravilhoso festival espanhol Primavera Sound, o show do Jesus & Mary Chain contou com uma agradável surpresa: Bilinda Butcher, a voz suave por trás de toda a distorção do My Bloody Valentine, subiu ao palco e cantou junto à banda o clássico Just Like Honey. Não incomum, bandas recebem outros músicos pra subir ao palco e fazer versões muito especiais de algumas músicas. Abaixo, 15 desses encontros:

1. Jesus & Mary Chain recebe Bilinda Butcher (My Bloody Valentine)

Versões: 20 covers de bandas que você ama feitos por bandas que você ama

boa festa

Cada boa banda tem seu estilo próprio. Estilo que elas acabam imprimindo mesmo ao tocar canções de outro grupo. A seguir, 20 covers de bandas pra músicas de outros grupos  clássicos ou no mínimo bastante conhecidos. Aproveite e diga nos comentários os seus preferidos e indique outros que acha que deveriam entrar na lista,

MIXTAPE DEPREDANDO #2

depredando2-

Sexta é dia de mixtape por aqui! Músicas estranhas, feitas por uma pessoa estranha para pessoas estranhas. Tem coisa nova do Queens of the Stone Age, bandas mais obscuras e coisas de outras décadas. Cat Power, Vaccines, Explosions in the Sky e Brendan Benson tocam no Brasil nessa semana e aparecem também por aqui. Então, é só dar play e se divertir, escutando grandes bandas e fazendo boas descobertas.

 

MIXTAPE DEPREDANDO #2 by João Vitor Medeiros on GroovesharkQuer sugerir uma música pra próxima mixtape? Mande no twitter pra @indiedadepre.

(Os melhores) Vídeos da Semana – a partir de 13/05/2013

hadfieldbowie

Clipes perderam a importância que tinham antigamente? Tocar na TV ainda atrai novos públicos? São perguntas difíceis de responder. Mas ainda é produzida muita coisa interessante e que vale a pena. Se você não conhece algo, é a oportunidade. Então saca os (melhores) vídeos dessa semana:

O primeiro vídeo dessa semana é especialíssimo! Um show completo e dos bons. E não é um show qualquer, os paulistanos da Herod Layne tocaram em casa no show de abertura pra nada menos que o The Cure. É pra fechar os olhos e curtir o som. A banda de Robert Smith não foi a única responsável por esse ter sido, até agora, o show do ano.