BEGIN TYPING YOUR SEARCH ABOVE AND PRESS RETURN TO SEARCH. PRESS ESC TO CANCEL

Como Foi: Aeromoças e Tenistas Russas no SESC Pompeia

Em tempos de Olimpíadas, muitos países estão no Rio para praticar esportes. Se no esporte das raquetes eu não faço a minima ideia de quem está jogando e para quem torcer, no mundo da música as Tenistas Russas já estão no meu pódio. Piadas a parte a banda Aeromoças e Tenistas Russas é uma banda de São Carlos-SP que faz uma misturas de sons e influências e conseguem criar algo original e pouco repetitiva.

Totalmente instrumental os quatro membros da banda viajam em influências e mais influências: Yes, Gong, Julian Casablancas & The Voidz, Daft Punk, Macaco Bong, Freezepop, Roy Ayers com um “Q” de trilha sonora do jogo Driver e trilha sonora de filmes dos anos 80, cheio de guitarras, viradas quebradas de bateria, sintetizadores e riffs frenéticos de baixo, de post-rock até Fusion Jazz. No dia 05 de agosto a banda se apresentou no teatro do SESC Pompéia para um show divertido e viajante.

IMG_9890

Com um cubo de luz no fundo como cenário a banda entrou e tocou, conhecia 1 música da banda e o público parecia conhecer mais do que eu, mas não o suficiente para saber quando bater palmas, a banda aproveita bastante o tempo de show para tocar e viajar no som. Muitas vezes isso é um problema: tocar diversas músicas seguidas sem um respiro torna o show um pouco massante, mas a escolha de músicas e a ligação umas com as outras fez do show uma gigantesca música cheia de elementos diferentes, uma verdadeira trilha sonora.

Apesar de ser cheio de sintetizadores e solos de guitarra tudo no show combina perfeitamente a ponto de não ficar aquele som virtuoso fritado, cada um tem seu momento de brilhar na música. Falando em solos, todos os músicos são ótimos no seu trabalho de ambientar as pessoas no universo psicodélico-oitentista-miami vice, seja você um aficionado por música que vai ficar contando tempo e pegando referências ou alguém que por acaso está dando um tempo para voltar para casa e quer uma música de fundo a banda cumpre o papel de agradar, se eu pudesse resumir o show do quarteto em uma palavra seria com essa: Agradável!

IMG_9871

Tocando o álbum Positrônico (2015) na íntegra com destaque para as ótimas músicas Kamaq e Peyote onde, pelo menos eu, fiquei vidrado nas mudanças de cor do cubo e as luzes do palco em uma boa viagem sem nem precisar usar nada. Bem abrangente, o som da banda Aeromoças e Tenistas Russas é ótimo para se assistir sem medo, não é preciso conhecer o som dos caras para gostar, basta sentar e deixar os ritmos e harmonias levarem você para outro lugar.

Uma mistura de personagens fictícios desde Doug Funnie até Rob Gordon, escuta desde Creed até Richard Strauss, presidente do fã clube da novela Kubanacan e baixista da Que Rubens os Tambores #ad

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked