Querida São Paulo,

(esse texto foi escrito em outubro de 2015, quando voltava para Porto Alegre depois três anos aqui. Agora, de volta à verdadeira cidade maravilhosa, reencontrei essa carta entre outros rascunhos.

Férias sem viagem? Vá a museus

(eu tirei essa foto do post no Louvre, em Paris, durante uma aula de história da arte para crianças dentro do museu) Se a crise, o tempo, o trabalho ou o que seja não deixou você viajar pra outra cidade ou outro país esse ano, dá pra viajar muito –

Menos branquice no Netflix

No incrível “Swing Time”, primeira leitura de 2017 e com certeza pertencente à lista de melhores desse ano, a personagem principal é filha de mãe negra e pai branco.