BEGIN TYPING YOUR SEARCH ABOVE AND PRESS RETURN TO SEARCH. PRESS ESC TO CANCEL

“Tomorrow Night” – O indie film de Louis CK.

Imagem 1

A série “Louie”, de Louis CK – sobre a qual escrevi aqui -, retorna no dia 5 de maio para sua Quarta Temporada, no FX. Não é, porém, a primeira vez que Louie aposta na inovação para suprir cachês. Recentemente disponibilizado em seu site oficial por $5,00 dólares, “Tomorrow Night” (1998) é o primeiro trabalho de Louis CK como roteirista e diretor em simultâneo.

O filme gira em torno de dois personagens principais: Charles (Chuck Sklar) é o misantropo dono de uma loja de fotografia. Apesar do ofício próximo ao campo artístico, Charles é um homem frio e estritamente racional, sempre tentando encontrar paciência para seus necessários clientes. Mel (J. B. Smoove), seu carteiro folgado e bem humorado, é o mais próximo de um amigo que possui, por visitar diariamente sua loja e insistir em estabelecer contato, embora sempre frustrado. De outro lado, Florence (Martha Greenhouse) é uma idosa refém de um casamento com Lester (Joseph Dolphin), um lunático completamente sádico, por vezes caricato, por vezes assustador, por vezes ambos. A pobre Florence espera há vinte anos ser salva por seu filho, Willie (Greg Hahn), que se alistou no exército e nunca mais fez contato.

Imagem 4

Embora em início de carreira à época, struggling comedian and TV writer, juntando suas economias – e as economias alheias – para este filme de 1h27min em P&B, filmado em 16mm, Louie conta com um excepcional círculo de amigos para executar sua ideia. Além dos supracitados Chuck Sklar – que escreveu para, dentre outros shows de humor, “The Chris Rock Show”, atualmente parte da equipe de escritores de Totally blased with W. Kamau Bell, do FX -, J. B. Smoove – Leon Black em Curb your Enthusiasm (série de Larry David, co-criador de Seinfeld) -, Martha Greenhouse – atriz de novelas e séries como Law & Order, além de líder sindical, falecida em 2013 – e Greg Hahn – stand-up comedian -, conta também com participações como de Steve Carell (em um papel excepcionalmente babaca, sensacional para fãs de The Office US), Conan O’Brien, Jim Earl, Todd Barry & Nick Dipaolo (que interpretam a si mesmos em “Louie”), Deanna Storey (que está em “Synecdoche, New York”, primeiro filme escrito e dirigido por Charlie Kaufman), Rick Shapiro, Robert Smigel (escreveu para o SNL e Late Night with Conan O’Brien), Heather Morgan e Wanda Sykes (The New adventures of old Christine e também em Curb your Enthusiasm). E a lista continua; o elenco completo, desde os mais obscuros coadjuvantes, é interessante. Inclusive, se você é fã de Parks & Recreation – que conta com participação especial de Louie -, se assistir com atenção, poderá ver uma cena completamente nonsense com Louis CK molhando Amy Poehler com uma mangueira.

Imagem 3

Em “Tomorrow Night”, encontramos desde o humor pastelão, que nos faz gargalhar, até o humor refinado, que nos leva no máximo a sorrir, além, é claro, do humor completamente nonsense, todos comuns em “Louie”. Sua trilha sonora é também próxima a “Louie”, oscilando entre o orquestrado e jazz. É interessante, ainda, que o filme, em 1998, satirize de forma pesada o casamento por conveniência. Louie se divorciou de Alix Bailey apenas em 2008, dez anos depois, o que mostra que o tema tão exaustivamente por ele abordado possivelmente não está conectado exclusivamente ao seu divórcio (aos 10 anos, Louie enfrentou também o divórcio de seus pais).

Não há nada de excepcional em “Tomorrow Night”, embora um filme bastante acima da média para um primeiro projeto alternativo de um stand-up comedian autodidata no campo da direção. Se você gosta de “Louie”, porém, com certeza entenderá o que está acontecendo por trás deste filme simples, babaca, mas, ao mesmo tempo, por diversas vezes um grande desabafo, como a própria série. E nada como aquecer para o dia 5 com um filme de 98 do Louie, não?

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked